O diretor de A Cadeira de Prata, Joe Johnston, esteve presente na semana passada na Comic Con Paris, para falar um pouco sobre sua vida e sua carreira no cinema. Durante algumas entrevistas, algumas perguntas sobre o próximo filme da franquia foram realizadas.

Dentre as entrevistas concedidas pelo diretor, selecionamos duas importantes onde na primeira ele fala sobre estarem reescrevendo o roteiro e que espera começar os trabalhos na Nova Zelândia no próximo inverno; já na segunda entrevista Joe Johnston fez outras observações sobre A Cadeira de Prata, como o início das filmagens. Abaixo você confere o vídeo, bem como a transcrição e tradução da entrevista.

Jornalista: Você poderia me contar um pouco sobre A Cadeira de Prata?

Joe Johnston: É o quarto filme da série. É um estúdio totalmente novo e diferente. É a Sony e a Mark Gordon Company. Estamos planejando filmar na Nova Zelândia no próximo inverno, então, provavelmente, começamos a preparar, talvez, em Julho e depois filmar na South Island da Nova Zelândia.

É um pouco mais escuro do que os outros filmes de Nárnia. Acho que A Cadeira de Prata é o mais sombrio dos livros. É literatura clássica, na verdade. Eu acho que o trabalho de C. S. Lewis é incrível – mesmo que eles (os livros) tenham sido escritos para crianças, é literatura clássica, e eu só pensei que isso seria divertido. Eu também amo a Nova Zelândia.

Jornalista: Será visualmente diferente, porque é um novo estúdio, ou você vai tentar manter a aparência dos filmes anteriores?

Joe Johnston: Não, não quero que pareça com os outros filmes. Quero que o público olhe para A Cadeira de Prata e pense: “Esta é uma nova visão de As Crônicas de Nárnia”. Na verdade, nem quero fazer referências aos outros filmes. É como se tivesse começado uma coisa completamente nova.

E então narnianos, o que acharam do comentário do diretor sobre o que ele planeja fazer com o próximo filme de Nárnia? Agora que as filmagens estão próximas de acontecer isso quer dizer que o elenco está próximo de ser anunciado! Fiquem atentos.