Depois de um longo tempo sem informações concretas sobre a adaptação de A Cadeira de Prata — apenas atualizações do Doulgas Gresham sobre detalhes da produção — Mark Gordon, que também é produtor do filme e presidente da Mark Gordon Company, empresa que detém os direitos de adaptação junto com a C.S. Lewis Company, falou pela primeira vez desde a confirmação oficial da adaptação do livro, sobre novidades neste novo capítulo da franquia.

Durante um evento em Hollywood, o TCA Winter Press Tour, Mark Gordon concedeu uma entrevista a revista Collider e falou sobre o andamento da franquia nos cinemas, que segundo ele não só está muito viva, como está experimentando um renascimento.

Estamos em um desenvolvimento muito ativo, e vamos entrar em produção muito em breve. Estamos muito animados com isso.

Em relação a afirmação experimentando um renascimento, Gordon respondeu com bastante firmeza sobre o retorno do elenco original para reprisar seus papéis neste novo capítulo.

Não, será uma franquia nova. Tudo original. Novos personagens, outros diretores e uma equipe totalmente nova.

Mark Gordon

Isso mesmo, infelizmente, não veremos mais Will Poulter como Eustáquio, Ben Barnes como Príncipe Caspian, nem o Liam Neeson como a voz de Aslam e nem os demais atores originais que deram vida aos irmãos Pevensie e a Feiticeira Branca.

O produtor ainda foi perguntado sobre o roteiro e elenco, mas evitou dar novas declarações, apenas relatou que Aslam será reformulado e que é difícil imaginar um filme de Nárnia sem o personagem icônico e, especialmente, em A Cadeira de Prata.

Mark Gordon concluiu dizendo que espera falar mais sobre isso, abertamente, em breve.

Ainda é muito cedo para falar em um reboot da franquia porque é difícil analisar as declarações do Mark Gordon em poucas palavras; em um primeiro momento podemos entender como um abandono das produções anteriores. Ao que tudo indica, a adaptação de A Cadeira de Prata não será uma continuação dos filmes anteriores.

É preciso ter cautela ao comentar as afirmações, tendo em vista que as declarações do produtor foram dadas em uma conversa casual e não uma entrevista oficial. Depois dessas declarações, realmente, não sabemos o que esperar. Vamos continuar aguardando mais informações.